No Picture

Mercado Bitcoin é destaque na mídia

04.12.2017 Mercado Bitcoin 0

Confira quais publicações destacaram nossa atuação no mercado no mês de novembro

O interesse pelas criptomoedas não para de aumentar tanto que a mais famosa delas, o Bitcoin, ultrapassou a marca dos R$ 44 mil no Mercado Bitcoin na última quarta-feira (29/11/2017), um recorde histórico.

O assunto ganhou as manchetes em novembro e nos colocou como uma das fontes mais citadas em reportagens.

Confira as publicações que conversaram com o Mercado Bitcoin para se inteirar sobre o incrível mundo dos ativos financeiros digitais.

InfoMoney

A publicação quis saber nossa opinião sobre como o lançamento de contratos futuros de Bitcoin podem fazer a moeda decolar. Confira!

Globo News

O CEO do Mercado Bitcoin, Rodrigo Batista, deu entrevista no programa Conta Corrente sobre como o ativo financeiro digital tem atraído novos investidores, mas também tem dividido opiniões.

Jornal da Globo

Reportagem que aborda o que é e os motivos pelos quais os brasileiros estão investindo mais na criptomoeda conta com a participação de Rodrigo Batista, CEO do Mercado Bitcoin. Assista clicando no link.

Letras e Lucros

A plataforma de conteúdo sobre finanças entrevistou nosso CEO, Rodrigo Batista, para tratar sobre como um erro em uma carteira digital causou prejuízos milionários.

O Globo

Na matéria “Moedas virtuais: atraentes, mas com risco elevado”, Rodrigo Batista, CEO do Mercado Bitcoin, faz o alerta de que mesmo com seu alto potencial de valorização, o mercado de criptomoedas é muito volátil.

Época Negócios

Artigo da revista explica como funciona a moeda virtual criada em 2008 e por que ela se valoriza tanto com a ajuda de Rodrigo Batista, CEO do Mercado Bitcoin. Confira!

Valor Econômico

O jornal conta como o aumento do giro de criptomoeda atrai novos players no mercado. Rodrigo Batista, nosso CEO, fala sobre como o segmento aguça a curiosidade dos investidores.

Valor Econômico

Em mais um artigo sobre o mercado de criptomoedas, o jornal entrevistou nosso CEO, Rodrigo Batista, para tirar a dúvida de que tipo de perfil de investidor o segmento atrai. Leia mais.

http://www.valor.com.br/financas/5192723/criptomoeda-atrai-perfil-especulador

O Estado de S.Paulo

A reportagem que trata do alerta do BC sobre risco de moedas virtuais quis saber a opinião de Rodrigo Batista, CEO do Mercado Bitcoin, em relação ao tema.

Istoé Dinheiro

Revista aborda como empresas nacionais, como o Mercado Bitcoin, faturam alto apostando no Bitcoin e em outras criptomoedas. Leia mais.

Época Negócios

Reportagem publicada na revista comenta a valorização da moeda digital e cita o Mercado Bitcoin como uma das maiores corretoras do país. Confira aqui.

O Estado de São Paulo

Jornal destaca valorização de 1000% do Bitcoin em 12 meses e aponta o Mercado Bitcoin como uma das maiores corretoras de moedas virtuais do Brasil. Veja mais clicando no link.

Diário do Comércio

Jornal mineiro aponta Mercado Bitcoin como uma das maiores corretoras do país em artigo que trata sobre a quebra de recorde no preço da moeda. Veja aqui.

Folha de Londrina

Publicação paranaense entrevistou Rodrigo Batista, CEO do Mercado Bitcoin, para tentar desvendar como será o futuro do Bitcoin e como avaliar o risco de investir nele. Leia mais.

Jornal do Comércio do Rio Grande do Sul

Importante veículo gaúcho afirma que o Mercado Bitcoin é uma das principais corretoras do país na reportagem “Bitcoin quebra recorde ao superar os US$ 8 mil”. Confira!

Vice

Revista conta com a ajuda de nosso CEO, Rodrigo Batista, para descobrir os motivos que impulsionam a alta do Bitcoin. Confira a reportagem clicando aqui.


Mercado Bitcoin é destaque na mídia was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Como a alta do Bitcoin afeta as operações do Mercado Bitcoin

30.11.2017 Mercado Bitcoin 0

Companhia esclarece lentidão em seus serviços e mostra como está contornando situação

A transparência é um dos nossos princípios como empresa, por isso consideramos essencial esclarecer alguns pontos sobre como a alta valorização do Bitcoin pode impactar nossas operações.

Na última terça-feira (28/11/2017), a moeda ultrapassou a marca dos R$ 40 mil, o que já havia aumentado o número de pessoas que acessam nossa plataforma para comprar e vender criptomoedas.

Contudo, menos de um dia depois de quebrar o recorde histórico, o Bitcoin alcançou a nova máxima de R$ 44 mil. Tamanha valorização em um curto período fez o número de avisos de depósitos saltar 400% entre terça e quarta-feira (29/11) causando uma lentidão em nossos serviços, como atualização de saldos e aprovação de depósitos.

O volume negociado em bitcoins também aumentou de 600% no mesmo período colaborando para o “congestionamento” momentâneo.

Nossa equipe de tecnologia está trabalhando ininterruptamente para ajustar a questão. Ao mesmo tempo, as equipes de suporte e operações estão empenhadas em garantir que os prazos de validação de depósitos e retiradas voltem à normalidade o quanto antes.

Continuamos investindo na contratação de mais profissionais (o número de colaboradores na companhia cresceu 6 vezes apenas neste ano) e na melhora da infraestrutura para aprimorar nossa atuação.

Ressaltamos que não poupamos esforços para corrigir a situação da maneira mais rápida e segura reafirmando assim nosso compromisso com a satisfação de nossos clientes.


Como a alta do Bitcoin afeta as operações do Mercado Bitcoin was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Conheça as ações do Mercado Bitcoin em relação à possíveis forks

24.11.2017 Mercado Bitcoin 0
Mercado Bitcoin faz comunicado sobre possíveis forks

Companhia se posiciona sobre possíveis mudanças nas tecnologias das moedas digitais

Mantendo nossa postura ética e transparente, consideramos importante esclarecer pontos sobre hard forks que podem acontecer na rede Bitcoin, assim como nas redes das Altcoins.

A segurança está à frente de tudo que fazemos. Isso faz nossa equipe técnica acompanhar de pertinho os movimentos das redes de cada moeda digital.

Esse acompanhamento minucioso faz o Mercado Bitcoin estar preparado para antecipar e reagir às mudanças, garantindo que nossos clientes continuem com a mesma segurança e tranquilidade.

Para garantir essa excelência na segurança e agilidade, é preciso ter uma estrutura robusta e bem preparada, afinal, forks podem ser realizados de um momento para outro por qualquer grupo de desenvolvedores.

Sempre que existe a possibilidade de um novo fork, nós analisamos cada nova moeda e seu comportamento antes de definir se iremos adicionar à plataforma e informamos nossos clientes pelos nossos canais de comunicação a cada decisão tomada.

Continuaremos atentos às mudanças na rede para garantir o bem-estar dos usuários reforçando assim a confiança depositada em nossa plataforma.


Conheça as ações do Mercado Bitcoin em relação à possíveis forks was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Guia definitivo para comprar Bitcoin

23.11.2017 Mercado Bitcoin 0

Veja como é fácil garantir seu Bitcoin na maior corretora de ativos financeiros digitais da América Latina

O Bitcoin registra valorização de mais de 700% apenas em 2017, mas você ainda não comprou o seu? Calma, nós do Mercado Bitcoin preparamos um guia para te ajudar a adquirir esse “tesouro” digital. Confira:

1)Cadastre-se no Mercado Bitcoin informando seu e-mail, CPF e data de nascimento.

2) Leia e concorde com nossos termos de uso.

3) Comprove que você não é um computador com o “reCaptcha”

4) Na sequência, crie uma senha forte.

5) Recomendamos que você torne sua conta segura clicando em “Configurações” para completar seu cadastro e todos os passos de segurança. Eles são quatro:

a) Autenticação em dois passos

b) Envio de um documento com foto

c) Crie uma senha complexa usando letras, números e símbolos

d) Cadastro de uma palavra segura para reduzir risco de phishing

6) Após finalizar esses passos, volte para tela inicial clicando no logo do Mercado Bitcoin. Depois clique em “Depósito”. A tela “Depósitos em Real” irá aparecer e nela você deve preencher o tipo de depósito (TED, DOC, transferência entre contas do mesmo banco, dinheiro no caixa da agência ou no caixa eletrônico), o banco de destino (Banco do Brasil, Santander ou Caixa Econômica), definir o valor e a descrição e selecionar “Continuar”.

7) Seu depósito aparecerá no topo da tela. Pressione “Enviar Comprovante” para anexar o arquivo e enviá-lo para nós.

*Obs: O valor será creditado em sua conta em até 24 horas, variando de acordo com o tipo de depósito efetuado.

8) Após o período de validação do depósito na plataforma, retorne à página inicial clicando no logo do Mercado Bitcoin e em seguida, pressione “Comprar”.

9) Clique em “Bitcoin” na parte esquerda da tela e preencha quantos reais quer comprar no ativo financeiro digital escolhido e aperte o botão “Comprar” novamente e pronto: você comprou Bitcoin!

*Obs: A operação de compra é irreversível e a comissão sobre ela é de 0,70% do valor na moeda escolhida.


Guia definitivo para comprar Bitcoin was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Fique por dentro dos três hard forks do momento

17.11.2017 Mercado Bitcoin 0
Entenda tudo o que se passa no mundo das criptomoedas

Mercado Bitcoin te ajuda a compreender os detalhes dos eventos que movimentam o mercado

Quando a gente fala que o mundo das criptomoedas tem emoção não é por acaso, afinal estamos vendo três forks diferentes acontecerem simultaneamente. E ao mesmo tempo que isso é interessante fica difícil entender tudo, né? Por isso, o Mercado Bitcoin vai te ajudar a desvendar os pormenores desses eventos reforçando nosso compromisso com a segurança e o bem-estar de nossos clientes.

Bitcoin Gold

A moeda foi criada no fim de outubro, mais precisamente na madrugada de 23/10 para 24/10, após o hard fork (caso você não saiba o que é um vale a pena dar uma olhadinha nesse artigo que fizemos), que tinha o objetivo de descentralizar a mineração, que, para o Bitcoin, hoje está restrita a poucos e grandes grupos de mineradores, e de se tornar uma melhor reserva de valor, por isso o nome Gold (ouro, em português).Coin.Dance

Diferentemente da moeda original, o Bitcoin Gold (BTG) usa a Equihash como prova de trabalho, um algoritmo resistente ao ASIC (Circuitos Aplicados Integrados Específicos), que nada mais são que computadores ultrapotentes responsáveis pela atual mineração do Bitcoin. Essa medida permite que qualquer pessoa possa minerar BTG usando um computador comum (GPU).

Contudo a ideia tem enfrentado desafios. Rumores na comunidade apontam que um código do BTG pagaria uma taxa “escondida” de 0,5% a mineradores e, também, que uma wallet falsa funcionou no site oficial da moeda.

Mantendo nossa política de transparência e responsabilidade, o Mercado Bitcoin decidiu suspender temporariamente a liberação para visualizar o saldo de Bitcoin Gold para checarmos a veracidade das suspeitas visando sermos a empresa segura e confiável que somos.

Bitcoin Cash

O hard fork que atualizou a rede Bitcoin Cash (BCH) foi realizado no último dia 13 e alterou o algoritmo de ajuste de dificuldade de mineração da moeda, com o objetivo de estabilizar um problema já constatado e que era consenso na comunidade.

O algoritmo original conhecido como EDA (Emergency Difficulty Adjustment) se ajusta automaticamente às condições da rede para garantir que o Bitcoin Cash seja lucrativo. Contudo, dada a facilidade que os mineradores alternam entre o Bitcoin e o Bitcoin Cash — e alguns pools de mineração estarem configurados para optar sempre pela blockchain mais lucrativa — eles acabam explorando o EDA minerando o Bitcoin até que a dificuldade para minerar Bitcoin Cash diminua e sua lucratividade aumente.

Essa oscilação, termina por desencadear um novo EDA, tornando o Bitcoin Cash menos rentável para minerar fazendo a maioria dos mineradores voltar para o Bitcoin, aumentando o tempo dos blocos.

Os desenvolvedores do Bitcoin Cash afirmam que a atualização para o algoritmo D601 evita mudanças bruscas de dificuldade quando a taxa de hash estiver estável; ajusta a dificuldade quando a taxa de hash mudar de maneira brusca; evita oscilações do feedback entre taxa de hash e dificuldade e é resiliente aos ataques, como a manipulação do timestamp.

Porém, aproximadamente 7% dos mineradores ainda estão rodando o software antigo, que agora está denominado Bitcoin Clashic, e já mineraram 7 blocos até o momento. Isso significa que se essa cadeia permanecer ativa e tiver valor de mercado, existe o risco de replay attack (uma transação feita na rede do BCash pode ser replicada na rede Bitcoin Clashic e vice-versa). Por esses motivos, estamos com as transações de depósitos e retiradas de BCash suspensas temporariamente.

SegWit2x

Programado para acontecer no meio de novembro, o hard fork foi suspenso na semana passada após a perda de apoio de grandes nomes da comunidade Bitcoin. Contudo, um pequeno grupo seguiu com o plano e continua utilizando o software que contém as regras do Segwit2x. O bloco de ativação deste hard fork foi minerado hoje (17/11/2017) pela manhã.

O hard fork, que eleva a capacidade mínima dos blocos da rede Bitcoin para 2MB e máximo de até 8MB, ocorreu no bloco 494784 com o suporte de cerca de 7,64% dos nodos.

Segundo informações da Coin.Dance, até o exato momento (17/11/2017 às 14h30) nenhum bloco foi minerado na nova blockchain enquanto 26 já foram minerados na chain principal.

A baixa adesão pode indicar que mesmo com o hard fork não veremos nenhuma mudança na rede Bitcoin. De qualquer forma, o Mercado Bitcoin está atento para qualquer novidade e informará seus clientes — via blog ou redes sociais — sobre qualquer ação a ser tomada.


Fique por dentro dos três hard forks do momento was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

BC e CVM se posicionam sobre o mundo das criptomoedas

16.11.2017 Mercado Bitcoin 0
Instituições demonstram interesse no mercado de ativos financeiros digitais

Mercado Bitcoin apoia iniciativa que pode aprimorar diálogo com autarquias

Tendo em vista o crescente interesse de agentes econômicos importantes para o desenvolvimento do país, como o Banco Central (BC) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no universo dos ativos financeiros digitais, o Mercado Bitcoin vê com bons olhos o fortalecimento de um importante diálogo com o mercado promovido por tais instituições.

Entendemos a preocupação com o uso de moedas digitais em atividades ilícitas e, na nossa visão, o avanço da tecnologia irá cada vez mais mitigar esse tipo de ação, uma vez que rastrear operações no blockchain é viável.

Consideramos que o compromisso das entidades de se manterem atentas à evolução tecnológica promovida pelas moedas digitais como um passo rumo ao futuro e ao apoio da inovação.


BC e CVM se posicionam sobre o mundo das criptomoedas was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Suspendemos o Bitcoin Gold até termos certeza da segurança aos nossos clientes

16.11.2017 Mercado Bitcoin 0
Suspensão de Bitcoin Gold no Mercado Bitcoin

Visualização de saldo em BTG é suspensa após boatos sobre taxa escondida e wallet falsa.

Identificamos rumores de que um trecho de código do Bitcoin Gold (BTG) pagaria uma taxa “escondida” de 0,5% a mineradores e, também, de que uma wallet falsa funcionou no site oficial da moeda prejudicando diversas pessoas.

Essas notícias obrigam o Mercado Bitcoin a adiar a visualização dos saldos em BTG, anteriormente prevista entre 14/11/2017 e hoje (15/11/2017).

Nosso compromisso com a segurança

Tomamos essas medidas visando garantir a segurança de nossos clientes mediante os rumores .

Nossa política de transparência e responsabilidade com nossos usuários nos levou a suspender a liberação para visualizar o saldo de Bitcoin Gold antes de verificarmos a veracidade das suspeitas levantadas reforçando assim nosso principal objetivo de ser uma empresa segura e confiável.

Estamos trabalhando para entender as consequências dessas informações e, principalmente, garantir que nossos clientes saibam em primeira mão tudo o que se passa no mercado e entendam porque tomamos tal medida.

Entenda o caso

A primeira suspeita ganhou fôlego em fóruns sobre criptomoedas e logo virou notícia em diversos sites que acompanham o mercado.

A Bitcoin.com relata os boatos que circulam desde a semana passada sobre a possibilidade de Jack Liao, o criador do Bitcoin Gold, ter mantido uma pré-mina de 8 mil blocos para uso próprio.

Isso teria feito com que Martin Kuvandzhiev, um dos principais desenvolvedores da criptomoeda, tenha adicionado esse código ao protocolo do Bitcoin Gold para transferir uma taxa “escondida” para o grupo StarbugBG, o qual lidera.

A surpresa pegou todos de surpresa, exceto Kuvandzhiev que explica que o código em questão não estava escondido.

“O que é melhor? Apenas um pool fechado ou um pool de código aberto que todos podem trabalhar com 0,5% para o desenvolvedor que tornou isso possível?”, comentou Kuvandzhiev, de acordo com a reportagem.

Outro situação que chamou atenção nesta quarta-feira foi a que uma carteira falsa funcionou por alguns momentos no site oficial do Bitcoin Gold e prejudicou diversas pessoas que a usaram para sincronizar o saldo.

Segundo relatos em fóruns, os valores disponíveis nessa wallet tanto em Bitcoin quanto em Bitcoin Gold simplesmente desapareceram.

Após notarem o erro, a Bitcoin Gold Organization informou em comunicado que não pode ser considerada responsável por provedores de terceiros, como exchanges, carteiras, sites e pools.

Disclaimer do site BitcoinGold.org

Todos os links hospedados no domínio oficial foram colocados por membros da comunidade e terceiros, ou seja, ao clicar nos links o usuário assume o risco em caso de perdas, danos ou outros problemas.

Ainda na nota, a BitcoinGold.org afirma que o uso de criptomoedas é um negócio de risco e que seus investidores e entusiastas devem atentos para não caírem em armadilhas criadas por criminosos.

O Mercado Bitcoin está acompanhando de perto essas notícias e analisando cuidadosamente os próximos passos para continuar garantindo a segurança de nossos clientes.


Suspendemos o Bitcoin Gold até termos certeza da segurança aos nossos clientes was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

O futuro do mercado financeiro passa pela educação

14.11.2017 Mercado Bitcoin 0
Mercado Bitcoin e o futuro da educação

Mercado Bitcoin fecha parceria com a CNLMF

O Mercado Bitcoin é parceiro do Conselho Nacional das Ligas do Mercado Financeiro e do Centro no pocket CNLMF — Initial Coin Offerings: Análise Crítica do Fenômeno, que será realizado nesta terça-feira (14/11/2017), no auditório Ruy Barbosa, localizado no centro de São Paulo. O evento gratuito tem caráter educativo e visa expandir a cultura financista no país.

André Oda, diretor financeiro do Mercado Bitcoin, será o mediador do debate que tratará de temas como o lado econômico da emissão de tokens no blockchain, tratando desde ao campo de cryptoeconomics até a verdadeira necessidade de se ter um token em um projeto; e a faceta jurídica, analisando a atual regulação de Initial Coin Offering (ICO, na sigla em inglês) no mundo e as possibilidades de classificações jurídicas aplicáveis aos tokens emitidos.

O evento será dividido em dois painéis, sendo o primeiro com uma característica mais prática e econômica; e o segundo terá um aspecto mais jurídico.

Entre os convidados das mesas estão Frederico Rizzo, fundador da plataforma de equity crowdfunding Broota; Bruno Balduccini, sócio da área de Direito Bancário do Pinheiro Neto Advogados; Fernando Blesslau, country manager da Ripio; Felippe Martins, analista da CVM; Edilson Osório, co-fundador da Blockchain Academy e Anne Chang, sócia do HCO Law e vencedora do Blockchain Challenge.

Os inscritos terão a chance de fazer perguntas aos convidados e ainda participar do sorteio de um Litecoin, promovido pelo Mercado Bitcoin, ao se cadastrarem no site: https://goo.gl/VIhrdP

Os interessados no uso dessas novas tecnologias que não puderem comparecer ao evento de hoje podem acompanhar a transmissão ao vivo pelo Facebook na página oficial da CNLMF.

Como participar

Entre no site da Sympla e faça sua inscrição gratuitamente, mas corra para não perder essa chance de ampliar seus conhecimentos e, quem sabe, ser o sortudo ganhador de um Litecoin.


O futuro do mercado financeiro passa pela educação was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Saiba o que muda no Mercado Bitcoin com o hard fork do Bitcoin Cash

13.11.2017 Mercado Bitcoin 0

Atualização na rede Bitcoin Cash deve acontecer por volta das 17 horas

Está confirmado para esta segunda-feira (13/11/2017) por volta das 17 horas (horário de Brasília) o hard fork do Bitcoin Cash, que atualizará o algoritmo de ajuste de dificuldade de mineração da moeda.

Por esse motivo, o Mercado Bitcoin paralisará temporariamente as operações com Bitcoin Cash visando garantir a segurança de nossos clientes enquanto aguardamos a estabilização da rede.

As seguintes alterações acontecerão na plataforma:

  • O trade com Bitcoin Cash será paralisado cerca de 15 minutos antes das 17h, horário previsto para realização do hard fork.
  • Depósitos e retiradas serão suspensos aproximadamente às 16h30, ou seja, 30 minutos antes do horário previsto

Estimamos que o trade estará disponível aos usuários em torno de 30 minutos a uma hora após a atualização proposta pelo hard fork.

Já os depósitos e retiradas serão liberados depois que avaliarmos o comportamento da rede. Essas operações podem demorar um pouco mais para funcionarem perfeitamente, uma vez que iremos liberar apenas quando tivermos certeza que a segurança da rede Bitcoin Cash estará estável.


Saiba o que muda no Mercado Bitcoin com o hard fork do Bitcoin Cash was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.

No Picture

Fork e hard fork: o que são e para que servem?

10.11.2017 Mercado Bitcoin 0

Veja os conceitos e entenda de uma vez por todas as diferenças entre um e outro

No universo das criptomoedas alguns termos volta e meia aparecem. O problema é essas nomenclaturas não muito fáceis de entender, então para te ajudar o Mercado Bitcoin preparou um especial para explicar a diferença entre fork e hard fork e o que eles significam para o futuro da principal moeda digital, o Bitcoin.

Em primeiro lugar, antes de qualquer diferenciação é preciso saber que fork é uma ruptura, uma divisão de alguma coisa em duas partes.

Eles ocorrem na maioria das vezes por dois motivos:

1. Mudança de propósito do desenvolvimento da plataforma

2. Inconsistências temporárias entre as versões da blockchain, livro-caixa que guarda todas as informações sobre transações feitas na rede de forma pública, compartilhada e universal

Diferenças

Os termos fork e hardfork são usados para descrever o nível da capacidade e da convergência da comunidade em romper de forma simultânea e sincronizada algumas mudanças no protocolo Bitcoin.

Se a comunidade não conseguir resolver a questão, a versão antiga e a nova versão do Bitcoin podem apresentar projetos distintos depois da discussão.

Se as duas versões do protocolo Bitcoin estiverem em uso, as diferenças na aceitação, podem causar uma blockchain paralela e duradoura, isto é, duas blockchains consideradas válidas por parte da rede.

Fork

Fork é uma alteração no protocolo Bitcoin que restringe o conjunto de regras aplicado pelos nodos, computadores responsáveis por escanear e armazenar novos blocos, adicionando-os a blockchain.

Essas mudanças são compatíveis com versões anteriores do Bitcoin Core e são de consenso de toda a comunidade, ou seja, os nodos antigos do Bitcoin Core, aceitarão receber blocos criados por nodos novos que atuarão de acordo com os novos parâmetros estipulados pela comunidade.

Nesse caso, apenas os mineradores terão que atualizar a plataforma. Usuários podem continuar a executar nodos antigos, que agora passarão a aceitar os novos blocos que os mineradores encontrarem.

Em um fork, o código original geralmente é preservado, com poucas alterações ao conteúdo, sendo que as que são feitas são aceitas pela comunidade de desenvolvedores, usuários, mineradores e nodos.

Hard fork

Um hard fork é uma alteração no protocolo Bitcoin que afrouxa as regras aplicadas pelos nodos atualizando para o conjunto de normas novo, ou seja, um bloco que antes era considerado inválido antes da ativação do hard fork pode ser considerado válido por nodos atualizados, se estes seguirem as novas regras depois que o hard fork for ativado.

Em resumo, hard forks são incompatíveis com versões anteriores do Bitcoin Core e são implementações que podem ser completamente modificadas ou contarem com normas menos rígidas.

Eles podem ou não ser um consenso de toda a comunidade. O que muda nesse caso são as regras do protocolo Bitcoin como um todo, e não apenas uma pequena alteração no código, como no caso do fork.

O futuro da moeda

Entendido o que significam essas rupturas no protocolo Bitcoin, vale a pena verificar como os efeitos delas podem afetar a sobrevivência da criptomoeda.

Os múltiplos forks na blockchain do Bitcoin podem ajudar a dar mais liquidez ao mercado. Esses incentivos garantem que os mineradores tenham a tendência de sempre convergir em direção da blockchain mais valiosa ou correm o risco de desaparecer.

Os forks podem ajudar a renovar os ânimos do mercado com alguma inconsistência existente em relação ao Bitcoins, mas eles não podem ser usados para trazer mais confusão para um mercado que ainda luta por mais aceitação.

A regra que deve ser seguida em qualquer um dos tipos de fork é assegurar a imutabilidade das transações em qualquer blockchain para aumentar o potencial de adoção futura com o maior valor possível.


Fork e hard fork: o que são e para que servem? was originally published in Blog Mercado Bitcoin on Medium, where people are continuing the conversation by highlighting and responding to this story.